A CURA DA CONSCIÊNCIA

 E conhecereis a verdade (Jesus), e ela vos libertará”.  (João 8:31)   

Neste verso está um excelente conselho de Jesus aos seus, ficando inteiramente nele pelas suas palavras. Assimilar suas palavras encarnar na integra seus ensinos como autênticos servos. A palavra personificada em Cristo nos livra da condenação e nos preserva nele, Deus.   

O evangelho nos torna melhor reedita nossas leis pessoais, valores a partir dos ensinos do mestre. O Cristo encarnado não se utiliza de mecanismos de imposição para atrair seguidores, mas se fez Deus entre os homens, ensinou na prática integralmente durante mais de três anos. Pedagogicamente se utilizou de parábolas para lhes ensinar a respeito do Reino. É preciso discernir, não se pode ver e não enxergar. Se assim for a vida fica sem cores, sem propósito, na medida em que vemos, e enxergamos a existência ressignifica. Perceber o sentido de existir! Mesmo não tendo todas as respostas há paz suficiente para estar pacificado. Neste processo se faz preciso enxergar os enganos da vaidade. A vaidade se apresenta como eterna, se alimenta do belo, quando se enxerga o que vê, percebe o quão perecível é. Somos em verdade coroa da criação, religados segundo o amor do Eterno aos homens de boa vontade. A vida se preserva quando conectada, na contramão se autodestrói. Pelo simples fato de que o homem envolvido pelas distrações se distancia.

Estou certo que em Deus não há espaço para as loucuras das pulsões. Nele a métrica da boa consciência não nos deixa desestruturado, as ações do eterno na matéria se torna viável quando constrangido por sua voz acontece à rendição quebrantada. A metamorfose da velha para nova criatura é um processo de dentro para fora, corrige as falhas do caráter na medida em que nos assemelhamos ao evangelho. Uma consciência cega de entendimento acumula sentimentos dos mais variados, alguns ficam alojados no inconsciente, dentre muitas formas somatiza, se não ajudado a vida se torna um caos existencial.

É preciso ser critico, é preciso ser duro consigo mesmo, precisamos nos analisar diariamente, assim se inicia o processo da cura, vigiar a consciência no evangelho é o melhor antivírus. Em verdade é preciso andar com os pés no chão! Estamos vivendo uma crescente falência de consciência. Neste momento da historia estamos vivenciando um caos espiritual, há uma carência por referencias, há um clamor por justiça e igualdade. Precisamos voltar a enxergar! É tempo de renovação, resgatar a integridade, a credibilidade, a consciência cidadã. Todo processo de cura se inicia no olhar de dentro para fora. É necessário desfantasiar  há existência. Enxergar a vida como ela é de fato, andar coerentemente sem engano, viver piedosamente, ser justo, realizar o bem a tempo e fora de tempo. O processo envolve quebra de paradigmas, abandonar o velho, olhar para o novo.
A “agnosia Visual Associativa” é quando o cérebro percebe perfeitamente as formas de um objeto, mas não consegue atribuir um significado à sua imagem. Assim é todo aquele que não porta a essência da vida, o amor. A falta de sentido nos priva de dar significado. Nossa matriz é consciência e está funciona bem quando Deus se torna o centro da engrenagem. Pois em Deus o plano original passa a se estabelecer. Tudo passa fazer sentido, a existência se ressignifica. Precisamos continuar a amadurecer, evoluir, ser gente do bem! O evangelho formata a matriz jogando toda culpa no mar do esquecimento. Enquanto que o amor passa a ser o gerenciador deste processo. Nesta metamorfose o amor restabelece as conexões da compaixão, é preciso guardar o coração no amor, a maldade está em todo lugar. O amor tem o poder neutralizante para todas as ações do mal. O amor se possibilita quando a consciência está plena em Deus.

consciência se cura com a verdade, a realidade se encara com coragem, discernimento. É preciso ter liberdade para ir e vir. A boa consciência dá parâmetro, ética e responsabilidade para se viver. A boa consciência a fé nos mantém lúcido. A fé conecta com o divino, o creador de todas as coisas. A boa espiritualidade é a relação intima entre o Pai (Deus) e o filho (homem). Em verdade é preciso enxergar bem o caminho, é no caminho que se faz o caminho. E neste caminho que se vive. Seja estabelecido a ordem em sua consciência hoje. seja curado!  

Que Deus em amor nos cure dia após dia de toda cegueira. 
Que nosso caminho seja na verdade pela verdade em justiça e paz.
Que o nosso caminho seja em tudo coerente firmado no dogma central, o amor.

Cezar Camargo
Inverno- Setembro/2015

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

EVANGELHO, TRANSCENDÊNCIA E CURA

RITMO CIRCADIANO - O CICLO BIOLÓGICO DOS SERES VIVOS

AOS CASADOS A DEVIDA BENEVOLÊNCIA