À VEZES...

Sou Pastor há quinze anos, nos últimos dois anos tenho praticado a Coaching Social, desde então tenho me ocupado como “Consultor De Desenvolvimento Pessoal”. Antes de ficar efetivo no Grupo Invest. conheci alguns contratos e tive a oportunidade de conhecer boa parte dos funcionários, hoje tenho a oportunidade acompanhar, tratar e ajudar alguns de perto, as situações tratadas são diversas, casamento, relacionamentos, espiritualidade, profissão e outros temas do cotidiano.    

A vida é maravilhosa, mas é uma linha bem frágil, é preciso entender estamos conectados a todo tempo. Tudo em uma empresa está interligado, e quanto mais sinergia houver a tendência é que rotatividade diminua na medida em cada funcionário compreenda seu papel. O funcionário melhora seu rendimento quando é ouvido, respondido e respeitado. Se a empresa compartilhar sonhos então terão funcionários que se tornarão parceiros e isso muda significativamente uma empresa. Tanto liderança quando os subordinados precisam se respeitar é pelo dialogo pontes são construídas.   

Às vezes nos falta coerência, bom senso. É preciso andar e decidir com justiça. Quando se comete uma injustiça não é o injustiçado que se prejudica. Há longo prazo quem se prejudica é quem praticou a injustiça. Tudo o que fazemos um dia volta pra você.  E se você fizer o mal. Com o mal mais tarde você vai ter de viver. Isso também se aplica em todos os ambientes da nossa existência. É o efeito Boomerang.    

Às vezes nos faltam simplicidade e leveza na convivência social. É preciso ser pratico. O princípio de Kiss remete a Albert Einstein que tem uma máxima interessante; “Tudo deveria ser feito do jeito mais simples quando possível mais não mais simples”. Ser simples e agir com simplicidade implicam em andar em cooperação com a vida, com o companheiro de trabalho, isso requer total desprezo aos sentimentos autoritários, egoístas. Precisamos diariamente reavaliar nossos sentimentos e o que precisa dominar para uma vida saudável em todos os sentidos é o respeito e a simplicidade, assim tudo passa a ter um significado.

É preciso humanidade. Ser humano implica em compreender que apesar das posições somos todos iguais, quando se tem essa consciência apesar de sermos todos iguais, cada um compreende seu lugar. Quanto mais se vive mais se tem a responsabilidade de ser exemplo aos mais novos. Estar em posição de liderança não pode ser só fruto de capacidade intelectual, mas capacidade de orientar pessoas no processo evolutivo tanto profissional quanto em outras áreas.  

Espero que esta reflexão sirva de introspecção, a vida é uma escola constante, as lições estão nos detalhes. Nosso andar é relevante quando é acompanhado de educação, gentileza, simpatia, respeito, reverencia, e principalmente amor.

Cezar Camargo
Outono – Maio/2015

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Páscoa, a Cruz e a Redenção

Individuação, Alta Performance & Evangelho

RITMO CIRCADIANO - O CICLO BIOLÓGICO DOS SERES VIVOS