ERROS DE UM PASSADO

 “Se quiseres prever o futuro, estuda o passado”. (Confúcio)

Alguém disse que não se deve olhar para o passado. Bem! Penso diferente até porque é ele que tem muito a nos dizer. Mas o que é passado? É o que passou, decorrido ou imediatamente anterior, ele está marcado de alegrias e tristezas. Nele está o porquê que o hoje é o que é, sendo hoje o resultado do passado, o futuro decido hoje, seguindo está linha dentre muitos destaco apenas dois motivos para olhar com reverência para o passado. Uma coisa interessante a se considerar é em tudo Deus se faz para nos ensinar, nos guardando e provendo segundo sua misericórdia e amor. Ele nos compreende bem pelo fato de sermos pó, e quando preciso intercede por nós com gemidos inexprimíveis.    

“A vida só pode ser compreendida, olhando-se para trás”.
(Soren Kierkegaard)

Em primeiro lugar olhe seriamente para os erros. Eles têm muito a dizer sobre nós. Os erros revelam nossas fragilidades, imperfeições, defeitos a ser corrigidos. Olhar para o passado é nos dar a oportunidade de refletir, melhorar nosso desempenho pessoal. Precisamos pensar em mudar nosso conceito, por exemplo, “todo mundo erra”. Agora não é porque todo mundo erra que temos que errar, é certo que há erros necessários para que haja amadurecimento, mas outros são burrice mesmo. O passado registra meus passos e me permite pontuar a existência para que seja discernido qual direção seguir. O passado nos apresenta um histórico de escolhas que com o tempo aprendemos na prática que o futuro se faz com boas escolhas e para isso é preciso más escolhas. Neste processo cuidado com a culpa ela é má e calculista. Ela nos pune, responsabiliza pelo mal que fizemos a nós e a outrem. O passado nos lembra mesmo nos perdoando onde estivemos e o que fizemos. Olhar o passado é para se fortalecer, organizar o presente e assim possibilitar um novo final. Em tudo cuida e nos faz sábios se assim o pedirmos. Quando somos discernidos nossa visão vai além das aparências, a vaidade colabora para nossas tolices. Mas quando nos tornamos sábios o caminho fica mais claro.
  
Em segundo lugar olhe para as lições dos erros. As grandes lições nos trazem aquela máxima, se eu tivesse ouvido conselhos, isso não teria acontecido, ou se tivesse estudado estaria em condições melhores hoje e por ai vai... Lembre-se que dos erros vêm à sabedoria, a prudência, o entendimento para recomeços, mas cuidado para não ficar aprendendo a vida toda. É preciso entender as lições e observar para que haja entendimento. Quem se aproveita dos erros se faz sábio, somente o tolo despreza os ensinos. Os erros nos fazem rever o caminho, redescobrir, recomeçar, se reinventar para que haja uma nova perspectiva. O homem se aperfeiçoa quando compreende seus erros, por eles nos tornamos perceptivos. Certo poeta da cultura judaica disse: “Antes de ser afligido andava errado; mas agora tenho guardado a tua palavra”. (Salmos 119:6) Sim! É pela experiência dolorosa que amadurecemos, por ela crescemos, evoluímos nos tornamos conscientes da consciência.

“Só pode ser vivida, olhando-se para frente”. 
(Soren Kierkegaard)

Sim! É para frente que devemos olhar, ser firme no andar, alterar o olhar para ter boas perspectivas, aspirar ares novos, trabalhar afinco, sonhar pisando o chão da realidade, planejando cuidadosamente cada passo, considerando as marcas do tempo e da alma. Às vezes nos cansamos, nos afligimos, choramos, passamos noites em claro, somos traídos, mas tenha certeza saímos fortalecidos a cada adversidade se mantivermos a fé em nós e colocando tudo aos seus cuidados. Deus cuida de todos e de tudo em todo tempo o tempo todo.

Cezar Camargo
Outono – Abril/2016 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Páscoa, a Cruz e a Redenção

Individuação, Alta Performance & Evangelho

RITMO CIRCADIANO - O CICLO BIOLÓGICO DOS SERES VIVOS