O CAMINHO SUAVE


“O caminho do justo é todo plano; tu retamente pesas o andar do justo”. (Isaías 26:7) = “A vereda do justo é plana; tu, que és reto, torna suave o caminho do justo”. (NVI)

Nosso caminho é aplainado, pela misericórdia do Eterno somos justificados, isso torna suave nossa caminhada. No caminho as imperfeições são tratadas pelas lições da vida que nos obriga a perceber para nosso bem maior. A maturidade vem das marcar, que impulsiona a crescimento. O caminho deve ser realizado pautado no evangelho na companhia de Cristo, isso evitará qualquer tipo de prisão, nele o caminho é seguro, suave. Não são as situações adversas que fazem fracassar, mas sim a falta de fé. Fé na vida, no plano, no caminho, e principalmente em si próprio. Tenha fé, tenha foco, as situações adversas tem um proposito, fortalecer. Elas fazem perceber nosso impostor interior e revela a ação do evangelho em nós. Isso é fantástico.

O evangelho enquanto trata de nossos autos-enganos, tranquiliza a alma e pacifica o coração. Seguir o caminho do amor e para todos aqueles que receberam de bom grado o evangelho vivo do Cristo o ressurreto. No evangelho nosso caminho é em direção ao próximo sempre, não importando o lugar, pessoas, interesses. No caminho do justo, do evangelho não há engano, pois o amor rege as direções, os interesses, as motivações são sempre em favor do necessitado. 

A retidão de Deus pelo evangelho transforma caráter, reconfigura a mente humana. O caminho em direção na direção dele é o que precisamos compreender. Nossa vida não será aplainada enquanto ele não for o eixo principal, a coluna, a base.

“Confiem para sempre no Senhor, pois o Senhor, somente o Senhor, é a Rocha eterna”. (Isaías 26:4)

Isso implica em descansar, esquecer nele todas as preocupações, em tempos de incerteza, firmados na rocha nosso caminho é suave. O andar com ele na vida diariamente, produz essa certeza que é aperfeiçoada dia pós dia. 

O caminho se torna suave quando deixamos o jugo da lei, quando somos crucificados com ele, isso acontece na decisão, na conversão. Na busca pelas coisas do alto, na novidade de vida. O caminho se consolida quando espontaneamente materializamos as inclinações do Reino na convivência. No caminho a confiança não pelo que podemos receber, mas sim o que já foi feito, tetélestai.   

A conversão acontece quando decidimos Deus em primeiro lugar, deixamos de seguir nosso caminho para ser guiado. A confiança é provada quando não vivemos mais em busca de nossa vivência, mas em serviço pelo Reino. No Reino o serviço é servir. No servir o Reino é apresentado aos homens. Neste processo Cristo se faz conhecido. O caminho do evangelho é suave, sereno, tranquilo.

“Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas”. (Mateus 11:29)

A suavidade do caminho acontece quando  neste processo, tudo começa ao aprender com Cristo, o descanso da alma é natural. A busca insistente por paz levam muitos a tomar atitudes das mais variadas possíveis, drogas, bebidas, relações sem compromisso, caminhos que sempre pioram na medida em que os anos chegam. O caminho suave esta disponível para todos que tem sede de justiça e paz. O descanso está na cruz, no Cristo a expressão maior de Deus ao homem.

“Tudo sucede igualmente a todos: o mesmo sucede ao justo e ao ímpio, ao bom e ao mau, ao puro e ao impuro; assim ao que sacrifica como ao que não sacrifica; assim ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento”. (Eclesiastes 9:2)

O caminho é tranquilo, suave, nele estaremos sujeitos a todo tipo de situações, mas com a certeza que em tudo seremos guardados é supridos segundo sua misericórdia. Tudo acontece igualmente a todos. A diferença está na relação com o creador.

“Este é o fim do discurso; tudo já foi ouvido: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é todo o dever do homem”. (Eclesiastes 12:13)

O sábio pregador aprendeu com a maturidade, com as marcas do caminho. Na medida em que caminhamos aprendemos, com Cristo somos forjados na crise. O temor nasce da intimidade, guardar os mandamentos é resultado da amizade. No caminho o evangelho é o melhor caminho, sempre.

Nele o caminho suave, sou eternamente caminhante desse caminho, em direção à estatura do varão perfeito para glória nele.

Cezar Camargo   

Comentários

  1. A Paz do Senhor Jesus!
    Obrigado pelo comentário deixado em meu blog. Já estou te seguindo (nº 57) e que Deus continue te abençoando neste trabalho. Aguardo o amado irmão a nos apoiar também em meu blog.
    do amigo em Cristo
    Pastor Ismael
    blog - " Aqui eu Aprendi! "

    ResponderExcluir
  2. Amém!, estamos juntos na fé, no amor e no caminho puro e simples do evangelho.

    ResponderExcluir
  3. Paz e bem maninho!
    MUITO BOM o TEXTO!
    Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém!, Obrigado por comentar, Deus o abençoe sempre.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Páscoa, a Cruz e a Redenção

Individuação, Alta Performance & Evangelho

RITMO CIRCADIANO - O CICLO BIOLÓGICO DOS SERES VIVOS