UM OLHAR DE AMOR



Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine... E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria... Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor... (Paulo o Saulo de Tarso)

Só haverá sentido se houver amor, nada substitui o amor. A fé me liga a Deus pelo dom dado por ele através meio de Jesus o Cristo. A esperança é a certeza da presença em nós pelo seu Espírito. Tudo isso só se possibilita pelo amor. O amor abre caminhos inimagináveis, ele tem o poder de transformar o mundo. 

Um olhar de amor muda as perspectivas, nesse novo estado a vida deslumbra novos caminhos. Altera nosso olhar em relação ao próximo, possuído deste até o silencio se ressignifica em palavras. “A mais bela frase de amor é dita no silêncio de um olhar”. Achei poético e profundo essa frase.

Um olhar de amor muda nosso olhar em relação à vida, através dele a essência de Deus enxergo, percebo redireciono minhas observações. Assim os encontros permitem os reencontros, que possibilita dias melhores, de esperança. Regados de esperança produzem oportunidades que levam a uma vida abundante, colhendo frutos de alegria, paz e satisfação.

Um olhar de amor através de nós Deus se materializa, exterioriza compaixão, misericórdia e justiça. Na compaixão o necessitado é suprido, na misericórdia há perdão, recomeços. Na justiça a injustiça desaparece. Não há esquecidos, não há acepção de pessoas, pelo contrario nos tornamos um em Cristo. Conectados pela graça preservados pelo amor imensurável do creador.

Um olhar de amor nos dá a compreensão que as adversidades se tornam escola da vida, as incertezas são oportunidades únicas de se encontrar o caminho. E nas incertezas que reinventamos, e no amor tudo tem um significado. Estes melhoram nossa reação diante das circunstancias na existência. O amor tem formas diversas amor de mãe, pai, filho, amigo. Amor que deseja o bem. Amor que chega a ponto de abrir mão para fazer outro feliz.

Um olhar de amor liberta nosso olhar do egoísmo, toma proporções além do nosso olhar, expande nossa consciência a imagem de Deus. Estado de espírito disponível a quem quer que deseje andar com Deus. Quem ama é inundado por este estado de amor. Nele não há outro sentimento que não seja amor. O amor transborda.

“E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele”. (João, Apóstolo)

Amar se revela no tratamento com o próximo, mesmo sem o conhecer. 
Quem ama se aproxima sem preconceitos e condições.

Amar esta ligado diretamente a Deus, impossível amar sem estar nele. A compreensão deste estado é compreendida no andar em Deus. A ausência do amor causa males incontáveis, causa solidão, gera discussões que não chegam a lugar nenhum. A presença do amor possibilita encontros.

O portador deste olhar está compromissado com a preservação da vida. Quem ama está compromissado com o bem, o bem comum. O amor é o único caminho capaz de possibilitar reconciliação. Sendo assim que ama não permite que haja solitários a sua volta.   

Quem tem olhar de amor ama o simples, ser simples melhora a convivência. O amor é o único caminho capaz de possibilitar reconciliação, é curador de feridas. Onde houver um olhar de amor, haverá um novo olhar sempre, cheio de esperança e compaixão. 

O dinheiro é um meio facilitador de muitas coisas, mas não pode ser um fim, nem muito menos comprar o amor. A vida está mais além.  Jesus não disse para gostar; disse para amar... Simples assim!

Que seus encontros e reencontros sejam de sonhos e esperança, direcionado por este olhar de amor, a maior dadiva de Deus ao homem.

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor... Amor... Amor... Amor...  

Cezar Camargo

Novembro/Primavera-2014 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

EVANGELHO, TRANSCENDÊNCIA E CURA

RITMO CIRCADIANO - O CICLO BIOLÓGICO DOS SERES VIVOS

AOS CASADOS A DEVIDA BENEVOLÊNCIA