RESGATANDO A CONSCIÊNCIA CIDADÃ



Vi mais debaixo do sol que no lugar do juízo havia impiedade, e no lugar da justiça havia iniquidade. (Eclesiastes 3:16)

Segundo o ativista comunitário Michael Briand «expressão cidadã» significa a tomada da palavra, uma expressão de caráter público relacionada com a vida na sociedade. Nisso ela difere da expressão pessoal, e por esse motivo exige uma maior atenção na organização da liberdade, na ampliação dos “direitos da comunicação”.  Agora antes de qualquer coisa é bom lembra que, cidadania é o exercício dos direitos e deveres civis, políticos e sociais. Os direitos e deveres de um cidadão devem andar sempre juntos, uma vez que ao cumprirmos nossas obrigações permitimos que o outro exerça também seus direitos defende Jacques Delors que é um dos organizadores do relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI.

Estamos em uma geração que vive uma crise de consciência consciente, tem ciência que alguma coisa precisa ser feito, mas não o fazem. Parece não discernir entre o justo é injusto. Estão enrolados com os problemas do cotidiano que não se sentem em condições de lutar por mais justiça e igualdade. Salomão em suas andanças viu impiedade no lugar de justiça e hoje não diferente, pelo contrario as injustiças se torna material de trabalho pra aqueles que vivem do sensacionalismo.

Não podemos deixar de lembrar que a politica é do Grego: πολιτικός politikos, significa "de, para, ou relacionado com os cidadãos". Denomina-se a arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou Estados; aplicação desta ciência aos assuntos internos da nação (política interna) ou aos assuntos externos (política externa). Nos regimes democráticos, a ciência política é a atividade dos cidadãos que se ocupam dos assuntos públicos com seu voto ou com sua militância.  Que segundo  o teórico politico e Filosofo Inglês Thomas Hobbes tem origem nos tempos em que os gregos estavam organizados em cidade-estado chamadas "polis", nome do qual se derivaram palavras como "politiké" (política em geral) e "politikós" (dos cidadãos, pertencente aos cidadãos), que estenderam-se ao latim "politicus" e chegaram às línguas europeias modernas através do francês "politique" que, em 1265 já era definida nesse idioma como "ciência dos Estados".


Pois bem pensando nisso, não só o Brasil, mas hoje em todo mundo se vê desenrolado uma insatisfação que tem sido reprimida pelos governos que em muitos lugares sabiamente, elaboraram leis para impedir qualquer um que conteste seus governos. Precisamente no em nossa terra os benefícios de certa forma foi uma arma poderosa para o atual governo garantir o próximo mandato. Em seus discursos inflamados se utilizou das conquistas sociais significantes nos últimos e acusações sem provas. Com um pouco mais de quatro milhões de votos ai está no poder por um mandato. O que mais observo é que estes se aproveitam da ignorância popular, resultado de um ensino pobre, da desigualdade social que é gritante, que gera cada vez mais gerações mais despreparadas. Impossível viver dignamente com os salários atuais. Enquanto que nossos deputados e senadores têm seus salários altíssimos com verbas e mais verbas desnecessárias.

Dentre nossos direitos e deveres está o de votar. Logo votação é um processo de decisão no qual os eleitores expressam a sua opinião por meio de um voto. A maneira mais comum de votação é aquela na qual há um conjunto com um número inteiro de opções e cada eleitor escolhe uma delas, ou seja, cada um vota na sua opção candidata preferida. A opção vencedora é a que receber mais votos.

A democracia do mundo moderno tem como premissa a existência de um corpo eleitoral periodicamente renovado coisa que não acontece no Brasil, e de um eleitorado composto por aqueles que têm direito de votar. Não há representação política sem eleição isso é fato. O Brasil é um dos países que sustenta a obrigatoriedade da votação, ou seja, no qual sou totalmente contra, todo cidadão entre 18 a 70 anos deve comparecer às urnas no dia do pleito. O eleitor que não comparece ao pleito eleitoral deve justificar sua ausência, sob pena de multa caso não o faça. Quem não votar ou justificar o voto em três eleições seguidas tem seu CPF cancelado.

É por esta via que elegemos, a escolha precisa seguir critérios, eu sou a favor que qualquer que seja o represente público este precisa estar envolvido com o bem estar comum da sociedade onde se integra. Além disso, é preciso preparo compreender a funcionamento, ter plano de governo e no mínimo ter uma vida coerente. Cabe ao povo confronta-los, debater os planos apresentado, essa postura exigirá deste mais preparo. É precisar resgatar o bom senso critico, é preciso que haja um movimento de conscientização politica, as escolas é um ótimo lugar para que sejam ensinada, debatida as múltiplas formas de fazer politica. 

Não envolver se neste processo de consciência cidadã é estar fora dos interesses comum que é a melhora da condição de vida. Por está via se possibilita o entendimento para que leis justas sejam aprovadas. Se cada um fizer sua parte como cidadãos terão uma chance de dias melhores, sobre cada brasileiro está a responsabilidade. As instituições devem também assumir seu papel neste processo. Por estarem de certa forma contribuindo diretamente e indiretamente na sociedade. São organizações ou mecanismos sociais que controlam o funcionamento da sociedade e, por conseguinte, dos indivíduos. Tanto privadas como pública devem estar em aliado com as necessidades do povo. Os aspirantes a vida pública precisa ter ciência de seus deveres e responsabilidades. 

E quanto a nós cidadãos brasileiros precisaram estar atentos na hora de votar, é dever votar com responsabilidade, certo de que tal é digno de confiança. Não precisa querer ser vereador, deputado ou senador, mas deve estar envolvido diretamente ou indiretamente com os assuntos pertinentes onde se reside, para que se possam cobrar os direitos garantidos pela instituição.

O injusto será destituído quando os justos resgatar a consciência, o injusto será destituído quando os justos assumirem a posição de justo, a justiça se espalhará quando cada um deixar suas injustiças é agirem de forma digna, correta, a fim de extirparem a corrupção que se alimenta assustadoramente da ignorância popular.


É preciso consciência e consciência só se possibilita quando há conhecimento que produz entendimento. Resgatar a consciência cidadã é acima de tudo um dever com si mesmo, depois com o próximo. Assim haverá esperança de dias melhores. Uma politica que de fato por meios legais produza justiça e igualdade. Um pais rico, maravilhoso, mas seu povo não desfruta de suas riqueza. O poder está nas mãos de 25%, enquanto que 75% trabalha para manter. Temos muito a crescer, este crescimento se dará quando todos assumirem sua parcela de responsabilidade, essa consciência começa dentro de casa. Que faça valer o que está na bandeira. “Ordem e progresso”

Cezar Camargo
Verão – Fevereiro/2015

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

EVANGELHO, TRANSCENDÊNCIA E CURA

RITMO CIRCADIANO - O CICLO BIOLÓGICO DOS SERES VIVOS

AOS CASADOS A DEVIDA BENEVOLÊNCIA