Luz do mundo

Eu sou a luz do mundo;… o qual ele poderia dizer, na ocasião do sol nascente que agora estava plenamente estabelecido e poderia brilhar grandemente nos céus sobre as suas faces; veja João 8:2; o qual é אור העולם, "a luz do mundo", como Aben Ezra em Sal. 19:8 chama justamente assim: assim em ocasião da água no poço de Jacó, ele discursou sobre a água viva; e com os judeus em Cafarnaum onde mencionou o maná, ele tratou da importância dele nos propósitos de Deus como sendo o pão da vida: e ele também poderia fazer uso deste caráter, e aplicar isto a ele, com uma visão para algumas passagens no Antigo Testamento que fala dele debaixo da metáfora do sol como no Sal. 84:11, e o representa como a luz; e os judeus (t) dizem que aquela luz é um dos nomes do Messias; e o próprio Deus é chamado por eles, a luz do mundo (u): e igualmente ele pode ter consideração a esses títulos pomposos e caráter que os doutores judeus assumiram arrogantemente para eles mesmo, e se opõe assim a eles; porque eles não só chamavam Moisés o mestre deles, אור העולם, "a luz do mundo" (w), e também a lei de Moisés (x), mas os seus Rabinos e doutores; Ver Gill sobre João 3: 16. E estes estavam em profunda escuridão antes da vinda de Cristo, sobre o Divino Ser, relativos ao objetivo da Salvação, natureza e forma de culto, as Escrituras, a lei e Evangelho, o Messias, e seu ofício e obra; o Espírito de Deus, e suas operações de graça, a ressurreição dos mortos, e um futuro Estado perfeito; agora Cristo veio para ser uma luz dos gentios, bem como a glória do seu povo Israel: Nosso Senhor parece ter relação com a profecia em Isaias. 42: 6, bem como faz alusão ao sol no firmamento, cuja luz é difundida em todas as nações da terra, e não limitar-se apenas uma parte dela: mas, uma vez que Cristo era o ministro da circuncisão, e foi enviado apenas para as ovelhas perdidas da casa de Israel, pode ser perguntado: como ele poderia ser a luz dos gentios? a que pode ser respondido, que ele era assim por seus apóstolos, que foram enviados por ele com a luz do Evangelho, em todo o mundo, e pelo seu Espírito, que ilumina as mentes dos homens, que eram trevas em si mesmos, mas agora, com a luz de Cristo: pois ele não é apenas o autor e doador da luz da natureza para todos os homens, mas também da luz da graça para todos os seus escolhidos, gentios, assim como os judeus; que, na sua luz, vê a luz; veem perdidos e sem esperança, e ser ele o único disposto, capaz, adequado, completo e Salvador de todos os escolhidos, e eis as coisas maravilhosas nas doutrinas do Evangelho, e tenham assim alguns vislumbre de sua glória, e ele é também o autor de toda a luz de glória para os santos gozarem no outro mundo, o Cordeiro é a função desse Estado, ele é a sua luz eterna, e sua glória; e felizes são os que são agora os seus seguidores, meu amigo seja iluminado por essa luz em nome do amor demonstrado na cruz, o verbo do pai encarnado, expressão maoir de amor, de um pai.

 Tenham todos uma semana iluminada em Cristo o verbo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Páscoa, a Cruz e a Redenção

Individuação, Alta Performance & Evangelho

RITMO CIRCADIANO - O CICLO BIOLÓGICO DOS SERES VIVOS