QUEM VAI PAGAR A FATURA?

Segundo Rafael Alcadipane Professor da fundação Getúlio Vargas, os atos são resultados da demora do poder público, em todas as esferas, em cumprir as promessas feitas após Junho de 2013. Quase um ano depois, a reforma politica não saiu do papel e as pautas dos movimentos sociais não foram atendidas. Chegou à cobrança dessa fatura. A ocupação e os bloqueios são a resposta encontrada para uma elevação do custo dos alugueis, que empurrou muita gente para as periferias das cidades. As manifestações ganhou força com a proximidade da copa, quando os holofotes estão voltados para o pais. Não há uma expectativa positiva pela chegada do evento, mas uma sensação de medo entre a população.

O cenário nacional é preocupante o carnaval se foi, em meio às festas juninas e julinas tem copa. O Brasil já esta derrotado com este evento, se perder em campo derrotado duas vezes. Em outubro horaremos nosso papel de cidadão Brasileiro votando no próximo mandatário ou confirmando Dilma para mais quatro anos. Em quem votar? Acreditar na nova geração? Eduardo Campos seria a solução? Alinhado aos ideais de Marina silva. Eleger o partido da burguesia novamente? Não sou mais partidário, sou Brasileiro que sonha com dias melhores, da forma que pagamos imposto no mínimo mais dignidade. A geração presente me assusta, o nível cultural é decadente, os valores invertidos, a música que se ouve é péssima, a letra então nem se fala. A tv aberta cada mais sensacionalista, explorando e sugestionando o pensamento popular, enquanto que a tv paga é tendenciosa em todos os assuntos salvo alguns canais que produz boas programações, ainda mantêm o bom senso. A literatura vende milhões explorando os dramas cotidianos, a fé com seus pastores e padres enriquece cada vez mais. Enquanto que na religião, denominações históricas e pentecostais esta um caos, com raríssimas exceções. 

Em geral estamos no vermelho, e quem não está? A História explica a atualidade, uma terra desconhecida hoje chamada de Brasil, rica de recursos naturais, era livre, liberdade zelada por um povo que vivia de suas crenças, tinha sua cultura até que chegaram os portugueses. Hoje estamos pagando a conta, uma pais construído na injustiça, acredito que ainda vai ficar pior. Tudo que construído na mentira termina em fracasso. “A cruz é a única solução para o caos, nossa terra precisa ser restaurada, mas ainda existe um longo caminho”. Fomos educados até inconscientemente a barganhar da forma mais sutil, corrupção é o maldito jeitinho brasileiro está no córtex, está no DNA.


É preciso uma conscientização nacional, começando pela reeducação familiar, reestruturar a educação, saúde, segurança saneamento básico, um melhor de gerenciamento de moradias popular. O salario em questão é muito pouco comparado ao gasto que se tem para o mínimo de conforto. "O Brasil é um dos campeões em cobrança de impostos. Metade do nosso trabalho suado vai todo para pagamento de impostos". Isso tudo deve começar junto com uma politica seria e honesta. Os serviços públicos estão sucateados, mais de 70 milhões vivem de programas de governo. Toda riqueza está em posse de 25%. O rico cada vez mais rico e o menos favorecido cada vez mais. Somos mais de 200 milhões, 75% do povo brasileiro vive para servir os 25%. Os programas de governo são mais um meio conveniente de comprar o povo e manter esse sistema corrupto e desgraçado. Os programas de governo camuflaram as reais necessidades, só não percebe que não tem senso critico, não pensa.

Em 1950 éramos um pouco mais de 50 milhões, hoje triplicamos, são 514 anos de História, com tantos avanços e progressos a “igualdade social” está longe de ser realidade. “Um governo regido pela justiça divina tem o amor como parâmetro. Este fundamento da nossa fé, recebido de Deus aperfeiçoa diariamente nossa conduta”. Podemos e devemos promover o bem social como igreja visível e invisível. No reinado de Cristo se ajeitará tudo se harmonizará. Enquanto cidadão deste plano, mesmo cumprindo nosso dever cívico, estaremos sujeitos a todos os tipos de inconvenientes, alguns abordados aqui. Uma vez redimidos nossa fatura foi paga, não há mais condenação, como cidadão dos céus, por meio de cada um o Reino de Deus vai se instalando toda vez que vamos em direção ao próximo. Em Outubro que nosso voto seja consciente, irresponsabilidade com o nosso deve não convêm aos filhos de Deus. Conhecer os candidatos, defender causas justas, lutar pela preservação da vida, promover ações auto  sustentáveis, e principalmente sair da zona de conforto.  

Em oração pelo por uma nação que precisa trilhar pelos caminhos da justiça social alinhada a uma politica justa. Que nossa presidenta e o futuro mandatário tenham discernimento do alto em momentos de adversidades. Que os filhos da luz se manifestem como agentes promovendo a vida.

Que Deus em Cristo, nosso Pai e Rei supremo nos abençoe com sabedoria e discernimento nas próximas eleições.

Cezar Camargo
25 de Maio, 2014
Campinas - São Paulo    

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Páscoa, a Cruz e a Redenção

Individuação, Alta Performance & Evangelho

RITMO CIRCADIANO - O CICLO BIOLÓGICO DOS SERES VIVOS